My script

Siga-nos no Facebook

Nosso Instagram

Instagram

terça-feira, 25 de setembro de 2012

O fim do mundo será em “2012”


         Há uma grande preocupação sobre o fim do mundo por causa do filme de Roland Emmerich, que coloca o tempo do fim em 21 de dezembro de “2012” (nome do filme). A data é sugerida por um Calendário da civilização Maia (cultura mesoamericana pré-colombiana).         A mídia tem aumentado a curiosidade pela ficção ao afirmar que um planeta de nome fictício (Nibiru) “entrará em choque com a Terra”. Basta você acessar o Google, digitar “2012” e encontrará uma enxurrada de “informações” sobre a “nova moda apocalíptica”. Para não cairmos nessa onda de euforia, é importante termos em mente que:
  • O Calendário Maia não é o Calendário de Deus; (Ou seja, os Maias não são representantes de Deus na Terra, pelo contrário, veja na história, um povo pagão, cheio de rituais, sacrifícios humanos, deuses do submundo. Algo totalmente diferente de Deus, então o calendário de Deus é totalmente diferente dos Maias, Gregoriano,..... Deus tem seu próprio tempo.)
  • Um filme que se propõe a ter sucesso de bilheteria por uns bons anos JAMAIS passará DEVERDADE a ideia que o mundo acabará em menos de três anos;
  • O “tempo do fim” na Bíblia é o fim do pecado e das consequências trágicas trazidas à humanidade (a principal, a morte. Ver Romanos 6:23). O “fim” ocorrerá por ocasião da volta gloriosa de Jesus (Apocalipse 1:17; Mateus 24:30, 31; 2 Pedro 3:10-13);
  • O Apocalipse não é sinônimo de catástrofes. O nome grego do último livro da Bíblia significa “Revelação” e, por isso, está relacionado com esperança e não com calamidades, como é passado pelos veículos de comunicação sensacionalistas. É nesses pontos que irei me deter, de maneira breve.
 

O CALENDÁRIO DE DEUS NÃO É O MESMO UTILIZADO PELOS MAIAS

         Não devemos negar a dedicação dos Maias no estudo, especialmente da astronomia. Todavia, o tempo de Deus não é o tempo do ser humano. O “Calendário Divino” que aponta os sinais da volta de Cristo são: o capítulo 24 de Mateus, o capítulo 21 de Lucas e o capítulo 6 do livro do Apocalipse, entre outros. O Calendário de Deus não é numérico, mas, profético.
         Portanto, o que os Maias dizem a respeito do fim do mundo deve ser desconsiderado por todo aquele que acredita na Bíblia e que ao menos tem bom senso.

DEUS TEM A HISTÓRIA NAS MÃOS DELE

         Daniel 2 e Gálatas 4:4 mostram que os acontecimentos históricos estão nas mãos do Criador. De que maneira? Daniel 2 apresenta com milênios de antecedência o surgimento dos quatro grandes impérios mundiais (Babilônia, Medo-pérsia, Grécia e Roma) e dos países da Europa. Esses reinos e países são representados pelas diversas partes da estátua com a qual o rei de Babilônia sonhou. A grande estátua foi a forma didática de Deus comunicar a ele – e a nós – que só o Criador sabe o futuro e que Ele o tem sob Seu domínio.
         Já Gálatas 4:4 nos ensina que Jesus veio pela primeira vez a esse mundo na “plenitude do tempo…” Portanto, se a primeira vinda de Cristo não foi “de qualquer jeito”, sem um planejamento Divino, a segunda vinda (Tito 2:13) também não será! Deus é organizado (1 Coríntios 14:34, 40) e sabe o tempo certo para cumprir Suas profecias que estão intimamente relacionadas com a nossa felicidade.

O TEMPO DO FIM

         Biblicamente, o tempo do fim já começou em 1798. Isso é facilmente compreendido quando estudamos a profecia dos 1260 dias em Apocalipse 12:6, aprendemos que a igreja de Deus seria perseguida pelo dragão (Satanás e o império romano, aliado à Roma papal) por 1260 anos. (Em profecia, um dia equivale um ano. Ver Números 14:34 e Ezequiel 4:6, 7. Portanto, 1260 anos). Isso ocorreu de 538 a 1798, quando o general de Napoleão, Bertier, levou preso, da Capela Sistina, o papa Pio XI, dando um fim ao domínio perseguidor papal. O padre Jesuíta Joseph Rickaby disse que, quando o Papa Pio VI faleceu (ficou exilado depois de sua prisão), “a metade da Europa pensou que, junto com o papa morrera também o papado”.
         A partir do ano de 1798 entramos no tempo do fim por que o poder papal havia sido “ferido”(Apocalipse 13:3) e também pelo fato de, em 1844 (de acordo com as profecias de Daniel 8:14 e Daniel 9), Deus ter começado Sua obra de avaliar a vida de cada ser humano (juízo antes da volta de Cristo – 1 Pedro 4:17) para mostrar ao universo quem realmente permaneceu fiel a Deus (2 Coríntios 5:10). Leia também Apocalipse 14:6, 7 e verá que Deus nos convida a nos prepararmos “pois é chegada a hora do seu juízo”.
         Sendo que já estamos no tempo do fim; e que esse tempo culminará com a volta de Jesus Cristo para acabar com o pecado e a maldade que nos atormenta, não fica difícil entendermos que o mundo de pecado não chegará ao fim por que “um planeta se chocará com a terra”. Depois que todos os seres humanos tiverem oportunidade de se arrependerem dos seus erros e de aceitarem (ou não) o plano de Deus para salvá-los (2 Pedro 3:9), Jesus voltará em glória e majestade:
 
“Quando vier o Filho do Homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então, se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos, à esquerda; então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” Mateus 25:31-34.

Para alguns, a volta de Jesus será o fim (Apocalipse 6:14-17).
Para outros, o começo de uma nova vida (Isaías 25:9; Apocalipse 21:4).
Tudo irá depender das escolhas que fazemos a cada dia.

APOCALIPSE: O LIVRO DA ESPERANÇA

         Como afirmei anteriormente, o termo “Apocalipse” significa “Revelação”. Não é um livro de tragédias ou mesmo “lacrado”, mas, a revelação de Deus de que há esperança para nosso mundo. Percebemos a mensagem de esperança do livro em vários textos. Eis alguns:
 
“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.” Apocalipse 2:7.

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.” Apocalipse 2:17.

“Ao vencedor, que guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei autoridade sobre as nações” Apocalipse 2:26.

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Apocalipse 3:13.

“Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci e me sentei com meu Pai no seu trono.” Apocalipse 3:21.

         Há motivo para temer um livro tão belo e importante para nossos dias? Claro que não! Mesmo porque a “bendita esperança” (Tito 2:13) que possibilitará o cumprimento dessas promessas (esse bendita esperança é também a mensagem principal do livro) é o retorno de Cristo a esse mundo! Não é por acaso que o apóstolo João finaliza o livro radiante de alegria e cheio de esperança:

“Aquele que dá testemunho destas coisas [Jesus Cristo] diz: Certamente, venho sem demora. Amém! Vem, Senhor Jesus!” Apocalipse 22:20.

PARA O AUTOR DO FILME “2012”, O MUNDO NÃO ACABARÁ NESSE PERÍODO…

         “Emmerich anunciou que vai fazer uma continuação para TV de 2012, e mostrar o que aconteceu após a grande catástrofe. O título: 2013”
         Veja que nem mesmo o autor quer que o mundo acabe em 2012, pois, ele deseja escrever outro roteiro, para mais um filme. Portanto, julgar a criatividade de um profissional como sendo “a Palavra de Deus”; e permitir que qualquer alarme vindo de extremistas nos assuste, é imaturidade espiritual e desconhecimento das Escrituras, que afirmam que “o dia e a hora [da volta de Jesus] ninguém sabe…” (Mateus 24:36).
         A falta de estudo da Bíblia e a disposição do ser humano em acreditar em qualquer coisa são fatores decisivos para criar esse tipo de medo desnecessário.
         Em todos os momentos de nossa vida, quando “uma revelação nova” é exposta diante de nós, precisamos ser cristãos maduros na fé
 
“Para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.” Efésios 4:14.

Autor: Leandro Quadros.

Continuamos a publicar material de autores que compartilham com nossas posições acerca do fim.

Para nos seguir no Twitter, acesse  @PrElimarGoimes e no FaceBook, voce pode CURTIR a nossa pagina https://www.facebook.com/pages/Pr-Elimar-e-Pra-Erica-Gomes/159465057458780?ref=hl e ou seguir um de nossos perfis .


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

O Futuro Governo Mundial

Para comprar este DVD acesse
www.pastoraerica.com
     Dentro de pouco tempo, um governo cruel, perverso e totalitário, mas com um discurso impecável de paz, amor e fraternidade, tomará conta do planeta Terra. Nada pode impedir que isso aconteça. Os Estados Unidos, depois de um colapso repentino e misterioso, serão impotentes, um mero peão no desenrolar dos acontecimentos. Mas será que essa transformação será provocada pelos lendários Trilateralistas? Não! A conspiração é muito maior do que isso e poderosa demais para ser controlada pelos Trilateralistas.
         Há muitos rumores alarmistas de que importantes líderes políticos de Washington estariam envolvidos numa conspiração para trair os interesses nacionais dos Estados Unidos. Esses homens, todos membros ou ex-membros da Comissão Trilateral e/ou do Conselho de Relações Exteriores (CFR, em inglês), estariam trabalhando lado a lado com certos líderes comunistas importantes numa conspiração internacional para estabelecer um governo mundial [...]. Não há dúvida de que esses relatos têm um fundo de verdade. Mas as pessoas invariavelmente exageram quando se referem aos Trilateralistas e ao pessoal do CFR, parecendo atribuir onisciência e onipotência aos“internacionalistas”.
        De fato, membros de várias organizações políticas importantes, tanto nos EUA como no exterior, fazem parte de uma conspiração internacional para estabelecer um governo mundial. Mas será que isso é tão ruim assim? De que outra forma pode haver uma paz mundial justa e duradoura? Com certeza, um governo mundial não seria considerado algo ruim, mas sim a maior esperança de se evitar um holocausto nuclear. Porém, muitos argumentam que esse governo só poderia ser estabelecido através do sacrifício de liberdades preciosas para o Ocidente [...].
         Em vários de seus livros, H. G. Wells parece ter previsto com precisão assustadora os passos que levarão ao surgimento do futuro governo mundial. Embora defendesse um socialismo internacional benevolente, ele não tinha ilusões com relação ao Comunismo, que rejeitou com estas palavras:
Na prática, vemos que o Marxismo [...] recorre a atividades perniciosamente destrutivas e [...] é praticamente impotente diante de dificuldades materiais. Na Rússia, onde [...] o Marxismo foi testado [...] a cada ano fica mais claro que o Marxismo e o Comunismo são desvios que se afastam do caminho do progresso humano [...]. O principal erro dessa teoria é a suposição simplista de que pessoas em situação de desvantagem se sentirão compelidas a fazer algo mais do que a mera manifestação caótica e destrutiva de seu ressentimento [...]. Nós rejeitamos [...] a fé ilusória nesse gigante mágico, o Proletariado, que irá ditar, organizar, restaurar e criar [...].

         Em vez disso, Wells previu que a nova ordem mundial estaria nas mãos de “uma elite de pessoas inteligentes e com um pensamento religioso”. A religião desses conspiradores sinceros, que Wells explicou e confessou seguir, é exatamente o que a Bíblia descreve como a religião do futuro Anticristo! Mas poucas pessoas perceberão isso, pois todos estarão muito empenhados em salvar o mundo do holocausto nuclear. Seus objetivos serão tão sinceros e parecerão tão lógicos: uma paz genuína e duradoura só pode ser obtida através do controle mundial sobre os interesses nacionalistas que, de outra forma, geram disputas por territórios, recursos, riqueza e poder, provocando guerras para atingir seus objetivos [...].
         Criado pela mãe para ser evangélico, Wells tornou-se um apóstata inimigo de Cristo. Amigo íntimo de T. H. Huxley, Wells era ateu e ávido evolucionista. Porém, tinha uma religião, uma crença de que uma elite de homens-deuses evoluiria no tempo oportuno, “tomaria o mundo em suas mãos e criaria uma ordem racional”. O mundo seria transformado através dessa religião apóstata. Duvido que Wells soubesse que estava profetizando o cumprimento de uma profecia bíblica:
“Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniqüidade, o filho da perdição”.
        Entretanto, Wells parecia saber que isso não aconteceria em sua geração, mas ocorreria provavelmente na seguinte:      

Para a minha geração, desempenhar o papel de João Batista deve ser a maior ambição. Podemos proclamar e revelar o advento de uma nova fase da fé e do esforço humano. Podemos indicar o caminho cuja descoberta tem sido o trabalho de nossa vida [...]. Aqui – dizemos – está a base para um mundo novo.
        A idéia de um governo mundial está em circulação há muito tempo. A novidade hoje é o fato de que quase todo mundo está chegando à mesma conclusão e, no desespero do momento, milhões de pessoas estão fazendo algo a respeito [...]. Como H. G. Wells previu, a “conspiração” agora se tornou um movimento evidente que envolve centenas de milhões de “crentes”. A maioria desses“conspiradores declarados”, como Wells profetizou, tem em mente uma unidade mundial baseada mais no relacionamento interpessoal do que propriamente num governo, como querem os internacionalistas. A maior demonstração de que isso já é totalmente possível são as redes formadas por milhares de grupos de cidadãos comuns trabalhando em conjunto, no mundo inteiro, no novo e poderoso movimento pela paz. Isso também parece ter sido previsto por Wells, que escreveu:
“O que estamos procurando alcançar é a síntese, e esse esforço comunal é a aventura da humanidade”.

         Alguma coisa importante está tomando forma – um imenso e crescente movimento popular cujo caráter é mais religioso do que político, embora não no sentido comum da palavra. É uma nova espiritualidade, um misticismo grande demais para ser confinado nos limites estreitos de qualquer religião.
         O Dr. Fritjov Capra, brilhante físico-pesquisador da Universidade da Califórnia em Berkeley, declarou:
Vivemos hoje num mundo interconectado globalmente [...] que requer uma perspectiva ecológica [...] uma nova visão da realidade, uma transformação fundamental das nossas idéias, percepções e valores [...].

         É interessante o que H. G. Wells declarou, ao escrever sobre a “conspiração declarada” que acabaria por estabelecer a nova ordem mundial:
“Esta é a minha religião [...] a verdade e o caminho da salvação [...]. Ela já está se desenvolvendo em muitas mentes [...] uma imensa e esperançosa revolução na vida humana [...]”.

         Existem evidências suficientes de que o que Wells previu está finalmente acontecendo. Isso não é obra do acaso e já está grande demais para ser controlado pelos Trilateralistas [...].
         Estamos diante não só de um futuro governo mundial, mas também de uma futura religião mundial. Na era espacial, ela precisará ter o aval da ciência. Mas que religião seria essa? Não é preciso ser nenhum gênio para perceber que, se a Bíblia chama seu líder de Anticristo, então ela tem que ser anticristã. Entretanto, o próprio Senhor Jesus avisou que esse homem fingiria ser o Cristo e que seu disfarce seria tão astuto e convincente que enganaria “se possível, os próprios eleitos”.


Autor: Dave Hunt
Siga-nos no Twitter @PrElimarGomes e no FaceBook: www.facebook.com/PrElimarGomesAlves

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O caminho da Salvação

TODOS OS HOMENS precisam de salvação. É da vontade de Deus que todos sejam salvos, que todos vivam eternamente junto a Ele, no céu. Enquanto estivermos na Terra, temos chance de alcançarmos essa salvação que Deus nos oferece, porque "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jo 3.16). O que fazer para ser salvo?

O primeiro passo - RECONHECIMENTO - Deve o homem reconhecer que é pecador, pois "TODOS PECARAM E DESTITUÍDOS ESTÃO DA GLÓRIA DE DEUS" (Rm 3.23). Através da desobediência do primeiro casal Adão e Eva, o pecado entrou no mundo e com o pecado a morte. Herdamos de Adão a natureza pecaminosa, também conhecida como pecado original. A semente do pecado foi implantada em nós, porque "semente gera semente da mesma espécie". O homem ficou propenso ao pecado. Somente Jesus, homem, não se contaminou com essa semente danosa porque Ele foi gerado pela semente de Deus. Exatamente por isso pôde pagar o preço de nossa redenção.

O segundo passo - ARREPENDIMENTO - O homem reconhece que é pecador e se arrepende de seus pe¬cados. O batismo de João Batista aquele que veio para preparar o caminho do Salvador era batismo de arrependimento: "Eu sou a voz do que clama no deserto. Endireitai o caminho do Senhor" (Jo 1.23). "Arre¬pendei vos, pois está próximo o reino dos céus" (Mt 3.2). Jesus iniciou Seu ministério usando a mesma exortação, ou seja, chamando todos ao arrependimento. O arrependimento precisa ser sincero. E não basta se arrepender; é indispensável deixar o pecado; não mais praticar os atos pecaminosos que vinha praticando; assumir uma posição segura e convicta de que não cometerá os mesmos erros. "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará miseri¬córdia” (Pv 28.13).
O terceiro passo - CONFISSÃO - "Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação" (Rm 10.9 10). Somos salvos pela graça, mediante a fé (Ef 2.8-9). Isto significa dizer que você aceita o convite de Jesus, reconhecendo-O e aceitando-O como Senhor e Salvador. "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo” (Ap 3.20). Confessar ao Senhor Jesus também significa dar exemplo de vida cristã, ser “luz do mundo e sal da terra”. 

As conseqüências desses três passos - Ao aceitarmos o senhorio de Jesus, recebemos o Espírito Santo, no qual fomos selados (1 Co 6.19; Efésios 1.13); nossos pecados são perdoados (Atos 10.43; Rm 4.6-8); somos recebidos como filhos de Deus (Jo 1.12); se somos filhos, logo somos também herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo (Rm 8.17); passamos da morte espiritual para a vida espiritual (1 Jo 3.14); somos novas criaturas (2 Co 5.17); o diabo se afasta e não nos toca (Tg 4.7; 1 Jo 5.18); não estamos mais sujeitos às maldições (Jo 8.32,36); podemos usar o nome de Jesus para curar enfermos e expulsar demônios (Mc 16.17-18); a salvação nos leva a um relacionamento pessoal com nosso Pai e com Jesus como Senhor e Salvador (Mt 6.9; Jo 14.18-23); estamos livres da ira vindoura (Romanos 5.9; 1 Ts 1.10).

Que o Senhor Jesus possa te abençoar caro leitor(a).

Se você gostou deste artigo, divulgue para os seus amigos e contatos. Você também pode nos seguir neste blog, clicando no icone apropriado, bem como você pode nos seguir no Twitter: @PrElimarGomes e na nossa pagina no facebook: https://www.facebook.com/pages/Pr-Elimar-e-Pra-Erica-Gomes/159465057458780?ref=hl caso você prefira nos seguir em um de nossos perfis no FaceBook, então você pode clicar em: http://www.facebook.com/PrElimarGomesAlves

Deus te abençoe!

domingo, 16 de setembro de 2012

Tempestade solar assusta o mundo, acreditam que é o apocalipse

Se você já viu o filme de 2012, vai se lembrar que, no início, um cientista descobre que a Terra será seriamente afetada por uma tempestade solar, parece que isso vai acontecer na realidade, após o anúncio do Congresso dos EUA, um apelo estranho foi feito a seus cidadãos. O objetivo é desenvolver um plano de emergência, antes de uma possível catástrofe devido a uma tempestade solar que acontecerá em 2013.
O Congresso dos EUA foi chamado para o desenvolvimento de um plano de emergência para estar pronto para enfrentar "a tempestade solar do século". Além disso, em uma resolução parlamentar, atualmente pendente, pediu as comunidades locais para equipar-se com os recursos necessários para abastecer a população com um mínimo de energia, alimentos e água.
Da mesma forma, a resolução destaca a importância da prevenção adequada contra este tipo de fenômeno por comunidades vizinhas, uma vez que requer a coordenação entre os diferentes atores.
O texto também cita diversos relatórios anteriores elaborados pela Protecção Civil dos EUA (FEMA), que fornece informações sobre como reagir a esses eventos, bem como os relatórios de regulador de energia elétrica dos EUA (NERC) e do Departamento de Segurança Interna do Governo Nacional.
Neste sentido, o observatório tem sugerido que, embora "com projeto muito menor," o Parlamento espanhol também tem há meses uma resolução pendente, proposta pelo PSOE, para evitar as consequências de uma tempestade solar extrema. Além disso, na Alemanha, França, Reino Unido e outros países europeus estão tomando "medidas importantes na linha de prevenção", observou. Este mês, a Nasa advertiu que, em 2013, o Sol chegará a um estágio de seu ciclo natural em que os grandes eventos, como as erupções e tempestades solares são mais prováveis.
Os primeiros danos causados em 1856
É realmente uma ameaça?, O que é e quais são os efeitos de um fenômeno deste tipo, será que estamos realmente diante de um possível apocalipse, como muitas pessoas pensam? "Em uma forma mais intensa, então ele pode resultar em falhas de comunicação e rede de energia", Ramón Luis Bellot, pesquisador do Conselho Nacional de Pesquisa (CSIC) também faz parte do Instituto de Astrofísica da Andaluzia.
Este evento causou danos primeiro na Inglaterra, em 1856. Richard Carrington, um astrônomo amador viu através do seu telescópio o que ele descreveu como "uma grande bola de fogo que se projetava do Sol". Consciente de seu achado, foi avisar uma testemunha que poderia comprovar o fato, mas quando ele voltou, as enormes erupções tinham desaparecido.
Dias depois, as auroras boreais eram visíveis a partir de cidades como Roma, Madrid, Havana ou as ilhas havaianas, latitudes um pouco estranhas, já que este tipo de fenômenos afetam áreas próximas aos pólos.
O sistema de telégrafo dos Estados Unidos e Grã-Bretanha teve o maior impacto e sofreu cortes que desabou a era da comunicação. É a maior tempestade geomagnética gravada na história.
Alemanha, França, Reino Unido criam plano de prevenção
Alguns países como a Alemanha, França e Reino Unido, além do governo dos EUA, estão a tomar medidas sobre o assunto. Até mesmo a Espanha se juntou a prevenção com uma proposta no Congresso do Partido Socialista para unificar protocolos de segurança europeus para "tecnologia de prevenção de derivados de fenômenos naturais" proposta após a publicação pela Extremadura ao recomendar 'orientações obrigatórias "para os cidadãos para saber o que fazer em caso de tempestade geomagnética severa.
Neste artigo, damos conselhos detalhados como a estocar comida para um mês por pessoa, como desenvolver um plano de família para onde ir em caso de que o fato viesse a ocorrer, também recomendo, deve "esfriar" de vez em quando e estender o kit de costume, com "gaze estéril abundante e iodo para desinfecção" ou "fita adesiva multiuso e pontos de americanos ou aproximação", entre outros.
Fonte: Traduzido de NoticiaCristiana.com | Divulgação: Midia Gospel

Siga-nos no twitter: @PrElimarGomes e também no FaceBook: PrElimar Gomes-Alves.
Deus te abençoe.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Número recorde de pessoas preparam-se para o 'fim do mundo', o apocalipse chegou!

Programa de TV faz sucesso abordando o tema. Quando os rumores sobre o fim do mundo previsto pelo calendário maia começaram a crescer, o número de pessoas que começaram a se preparar para ele também cresceu. Keith Iton é um “prepper” como são chamados nos Estados Unidos. Ele leva isso tão a sério que começou um negócio para ajudar outros a se preparar bem para o “Apocalipse”. “O maior problema que sofremos é a complacência”, afirmou. “As pessoas entendem, já que nada aconteceu nos últimos ‘x’ anos, nada de ruim vai acontecer agora. Então, eles se sentem confortáveis e não fazem nada para se preparar… Mas há outras pessoas que olham para a história e sabem o que está por vir.”
Recentemente, cerca de 2.000 pessoas se reuniram na Carolina do Norte para o “Seminário de Preparação”, onde discutiram os riscos e o que devem fazer para se precaver.
Joel Henderson é coproprietário da empresa de Filtros Green Gold. Durante a convenção ele tentava vender seus produtos. Seu sistema de filtragem patenteada poderá ajudar as pessoas que tem um motor a diesel, seja de caminhão, trator, ou gerador… poderá usar o óleo de cozinha como um combustível alternativo… É algo que pensa muito no aspecto ambiental, muito verde, e [é] muito fácil de fazer”, explicou.
O movimento está crescendo por causado sucesso do programa de TV “Prepper´s Doomsday”, exibido pelo National Geographic. É a maior audiência que o canal já teve, segundo explica Brooklyn Bagwell, um dos diretores.
“É um show sobre a família do cidadão médio, pessoas que estão se preparando para qualquer uma das incertezas da vida, seja o colapso econômico mundial ou a tempestade solar em 2012. Não importa o que ocorra, eles vão estar preparados”, acrescentou.
“Nós tentamos entrar nas vidas de muitas que vivem se preparando para o pior e mostrar a nossos telespectadores para que eles podem aprender mais sobre essa preparação”, disse ele.
Keith Iton, porém, destaca que o primeiro passo para quem deseja se preparar, no entanto, nada tem a ver com comida enlatada e água engarrafada. “O primeiro passo para a preparação, para mim, é pensar sobre sua relação com Jesus Cristo”, enfatiza. ”Se você construir uma relação sólida com Jesus Cristo, então está mais preparado do que a maioria”.
“Depois disso, se você conseguir um pouco de água, alimentos armazenados e um local seguro, tudo vai ser mais fácil”, disse Iton.
Um estudo recente descobriu que 55% dos americanos têm menos que o equivalente a três dias de alimentos estocados em suas casas. Muitas pessoas não têm mais o hábito de pensar nesse abastecimento de emergência, nem mesmo possuem um kit de primeiros socorros.
Obviamente, as tragédias podem ocorrer a qualquer motivo, por isso nunca é demais de prevenir. Mesmo assim, quando empresas começam a anunciar roupas especiais, vender casas que resistem ao fim do mundo, e falar muito sobre o assunto é melhor pensar se você está realmente preparado.
Fonte: Traduzido de Charisma News por Gospel Prime | Divulgação: Midia Gospel

Nosso FACEBOOK

Seguidores

Páginas