My script

Siga-nos no Facebook

Nosso Instagram

Instagram

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

O Papa Bento 16 e sua renúncia!



Recentemente escrevi aqui no blog uma matéria sobre uma suposta conspiração para matarem o Papa Bento 16 e agora, com o intuito de frustrar nosso entendimento de Apocalipse 17, o mesmo maquiavélico papa resolve renunciar para assim tentar bagunçar nossa explanação anterior, todavia sei que Deus nos dará o significado desta atitude que com certeza irá nos revelar uma estratégia para enganar se possível os escolhidos... estejamos atentos a tudo e ligados em espírito com Deus.


“A Fera que tu viste era, mas já não é; ela deve subir do abismo, mas irá à perdição. Admirar-se-ão os habitantes da terra, cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde o começo do mundo, vendo reaparecer a Fera que era e já não é mais. Aqui se requer uma inteligência penetrante. As sete cabeças são sete montanhas sobre as quais se assenta a mulher. São também sete reis: cinco já caíram, um subsiste, o outro ainda não veio; e quando vier, deve permanecer pouco tempo.Quanto à Fera que era e já não é, ela mesma é um oitavo {rei}. Todavia, é um dos sete e caminha para a perdição. Os dez chifres que viste são dez reis que ainda não receberam o reino, mas que receberão por um momento poder real com a Fera.Eles têm o mesmo pensamento: transmitir à Fera a sua força e o seu poder. Combaterão contra o Cordeiro, mas o Cordeiro os vencerá, porque é Senhor dos senhores e Rei dos reis. Aqueles que estão com ele são os chamados, os escolhidos, os fiéis”. Apocalipse 17:8-14.
No Simpósio de Escatologia que tenho ministrado em várias igrejas, tenho mostrado algumas peculiaridades deste capitulo, mostrando através de fatos da história uma possível interpretação para estes versículos, até porque o texto bíblico diz no inicio do verso 9 que: " Aqui se requer uma inteligência penetrante".
Indo versiculo a versículo podemos perceber uma grande adminiração por parte dos habitantes da terra, cujos nomes não estão escritos no livro da vida, ou seja, de pagãos que não receberam a Jesus como Senhor e Salvador. Estes admirados serão aqueles que verão o reaparecimento, ou o manifestar da Besta, aqui no testo católico citado como "fera" que era (esteve vivo) e que agora está morto.
No verso 9 as sete cabeças o próprio texto traz a interpretação afirmando que são montanhas o local que a mulher (prostituta do cap 17 de Apocalipse) está assentada, ou seja, tem a sua sede, pois esta mulher prostituta aqui se refere a Igreja cristã que se tornou corrupta, conforme vemos no inicio do capitulo e que corrompeu suas filhas também, embora os defensores catolicos tentem argumentar que a colina do vaticano seria uma oitava montanha e que portanto estivesse de fora desta interpretação, mas apocalipse não diz que ela "está fora", diz que ela está inclusa...sentada em cima. 
A profecia fala de uma mulher chamada Babilonia, e diz que ela está sentada sobre a besta de sete cabeças e dez chifres. Que tem que A ver com o império católico nascido no ano 380 d.C., e com Babilonia, império destruído no 539 a.C. pelos Medo-Persas?
Veio um dos sete anjos que tinham as sete taças e falou comigo, dizendo:
 «Vem cá e te mostrarei a sentença contra a grande prostituta, a que está sentada sobre muitas águas... Também me disse: «As águas que viste, onde se senta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas... E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra»... Vi à mulher embriagada com o sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesus. Quando a vi fiquei assombrado com grande assombro" (Apocalipse 17:1,15,18,6).
Observe que a mulher aparece "sentada" sobre "povos, multidões, nações e línguas". Apocalipse 13:7 diz o mesmo da besta: "se lhe deu autoridade sobre toda tribo, povo, língua e nação".
Note, também, que a mulher é igualmente uma "cidade" a qual "reina sobre os reis da terra". No sexto capítulo deste livro vimos que foi a besta a que reinou sobre os reis da terra em tempos da Idade Média e que sua sede se estabeleceu na cidade de Roma.
A mulher, diz o versículo 6, está "embriagada com o sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesús". Apocalipse 13:7 diz que é a besta que fez guerra contra os santos e os venceu.
Todo o anterior nos convence de que a mulher não é uma entidade diferente à besta senão pelo contrário, é um dos componentes deste poder , que por alguma razão nos foi ocultado em Apocalipse 13 .
E quais são os dois componentes que deram origem ao papado? Recordemos:
"No ano 380 mediante o Edital de Tesalonica, decretou-se a proibição do arrianismo no Oriente, e a doutrina ortodoxa de Atanasio foi convertida em religião do Estado, nascia assim o Catolicismo Apostólico Romano". 
A besta de Apocalipse 13 surgiu graças à união do poder civil e o poder religioso (Igreja + Estado), portanto, Babilonia deve representar a algum destes dois. Leia você mesmo as seguintes passagens e tente deduzir quem é quem:
Alguns intérpretes, procurando conciliar esta aparente incoerência, afirmam que aqui se está falando do império antigo de Babilonia e que a besta mencionada nesta passagem não é a mesma besta de Apocalipse 13 senão que faz referência ao dragão de Apocalipse 12. Baseiam-se no seguinte
A besta desta passagem tem sete cabeças e dez cornos, o dragão de Apocalipse 12 também (compare Apocalipse 17:3 e Apocalipse 12:3).
A besta desta passagem é de cor escarlata (vermelho vivo), o dragão de Apocalipse 12 também (compare Apocalipse 17:3 e Apocalipse 12:3).
Desta maneira (dizem eles) desaparece o problema, pois Babilonia, e igual que os demais impérios da antigüidade, foram manejados pelo dragão, símbolo de Satanás.[a] Babilonia, então seria, neste caso, uma das sete cabeças daquele grande dragão.
No entanto, é necessário ressaltar que a este último não se lhe chama "besta" em nenhuma parte da Escritura e que a cor não é um argumento definitivo, pois as palavras gregas usadas nestas passagens não são as mesmas; pois uma significa literalmente "escarlata" ou "vermelho" e a outra significa simplesmente "vermelho" ou "cor de fogo".
É um fato comprovado que a besta que aparece na passagem que estamos estudando é a mesma primeira besta que aparece em Apocalipse 13.
No verso 10 “São também sete reis: cinco já caíram, um subsiste, o outro ainda não veio; e quando vier, deve permanecer pouco tempo” entendemos que este Catolicismo perde seus poderes em 1789 com o fim da revolução francesa, quando a separação do estado e a igreja, de forma que somente na Italia a igreja romana conseguia impor suas pretensões. Com a ascensão de Benito Mussolini ao Governo Italiano, o mesmo querendo estabelecer sua ditadura, então o mesmo propoe a separação do estado e a igreja também na Italia e para isso ele faz um tratado com o papa de então, criando assim o menor país do mundo, conforme o Wikipédia diz a respeito: “o Vaticano ou Cidade do Vaticano, oficialmente Estado da Cidade do Vaticano (italiano: Stato della Città del Vaticano), é a sede da Igreja Católica e uma cidade-estado soberana sem costa marítima cujo território consiste de um enclave murado dentro da cidade de Roma, capital da Itália. Com aproximadamente 44 hectares (0,44 km²) e com uma população de pouco mais de 800 habitantes, é o menor Estado do mundo, tanto por população quanto por área”.Origina-se aí o que chamados de o Tratado de Latrão que “Embora tenha negado inicialmente a proposta do governo italiano, a Igreja aceita estas condições em 11 de fevereiro de 1929, por meio do Tratado de São João de Latrão ou simplesmente Tratado de Latrão, que criou um novo estado, assinado pelo ditador fascista Benito Mussolini, então chefe do Governo italiano, e o cardeal Pietro Gasparri, secretário de Estado da Santa Sé. Este Tratado formalizou a existência do Estado do Vaticano(cidade do Vaticano), Estado soberano, neutro e inviolável, sob a autoridade do papa, e os privilégios de extraterritorialidade do palácio de Castelgandolfo e das três basílicas de São João de Latrão, Santa Maria Maior e São Paulo Extramuros”. Com este tratado o vaticano torna-se uma monarquia absoluta dando ao seu pontífice o título de rei, transformando assim o Papa Pio XI no primeiro rei do vaticano.

Papa Pio XI

O texto continua assim: “dos quais 5 já cairam”. Contando os papas veremos que o quinto foi João Paulo I que faleceu em 1978. “Um subsiste” levando-nos entender que este que subsistia era João Paulo II que começou a reinar em 1978 e reinou até 2005.
O final do verso 10 diz: ”o outro ainda não veio; e quando vier, deve permanecer pouco tempo”. O papa Bento 16 disse na sua primeira conferencia de imprensa em resposta sobre o porque escolhera Bento 16 e não João Paulo III para seu nome, que escolhera Bento 16, pois convinha que os Bentos durassem pouco.
Agora, com esta notícia sobre a conspiração para sua morte, nos pegamos pensando que se ele morre agora então entramos no verso 11 que diz: “Quanto à Fera que era e já não é, ela mesma é um oitavo {rei}. Todavia, é um dos sete e caminha para a perdição”. Veja que o texto diz: que a Besta que era, ou seja, que esteve viva, agora está morta, ou seja, já não é, ela – a besta – mesma é um oitavo rei, ou seja, vai ressussitar e reinará. A afirmação disto vem no final do versiculo que diz que o oitavo rei é um dos sete primeiros e ele para perdição.
Por tudo isso, percebemos que se esta notícia que movimentou milhares de catolicos nesta semana acontecer, então Cristo está as portas a qualquer segundo a partir de agora, pois entendemos que o oitavo só reinará após o arrebatamento da igreja, no período que conhecemos na Biblia como a grande tribulação, quando o falso profeta ressussita a Besta e o faz reinar sobre os povos da terra, cumprindo-se assim a profecia, celebrando o tratado de paz com Israel.


Leia na integra a noticia divulgada esta semana:

Jornal Il Fatto Quotidiano - Roma, Italia

“O cardeal colombiano Dario Castrillón Hoyos entregou ao papa Bento XVI um documento no qual informava sobre a existência de um complô para matá-lo dentro de 12 meses, afirma nesta sexta-feira o jornal italiano Il Fatto Quotidiano. O periódico investigativo informa ainda que Castrillón entregou à Secretaria de Estado do Vaticano um documento para Bento XVI, escrito em alemão, no qual informava sobre o que disse o cardeal e arcebispo de Palermo, Paolo Romeo, durante algumas conversas na China em novembro.
"Vaticano, tramas e venenos. O papa morrerá dentro de 12 meses", escreve a capa do jornal, que nas páginas internas publica uma parte do documento e a tradução em italiano de toda a mensagem. Este texto, que é considerado "estritamente confidencial", cita declarações "de uma pessoa bem informada" sobre as conversas mantidas durante uma viagem do cardeal Romeo à China em novembro. "Seguro de si mesmo, como se soubesse com precisão, o cardeal Romeo anunciou que ao Santo Padre restam apenas 12 meses de vida", diz a tradução do documento.
Durante estas conversas, Romeo assegurou que Bento XVI estava também preparando sua sucessão e que tinha indicado o nome do cardeal e arcebispo de Milão, Angelo Scola. "O cardeal Romeo se sentia seguro e não podia imaginar que estas conversas realizadas nas reuniões secretas fossem depois informadas por terceiras pessoas ao Vaticano", continua a mensagem. Castrillón se inteirou destas conversas e decidiu escrever ao papa no dia 30 de dezembro do ano passado e Bento XVI recebeu a mensagem alguns dias depois, acrescenta a publicação.
Vaticano - O porta-voz do escritório de imprensa do Vaticano, o jesuíta Federico Lombardi, perguntado pelo jornal afirmou que a informação estava "tão fora da realidade e tão pouco séria" que não podia ser levada em consideração. "Parece incrível e não quero nem comentar", acrescentou Lombardi.

Siga-nos no Twitter: @PrElimarGomes
Siga-nos também no FaceBook: http://www.facebook.com/pages/Pr-Elimar-e-Pra-Erica-Gomes/159465057458780?ref=hl

Orem por nós e por nossa familia. Para simpósios e seminários, entre em contato conosco nos telefones no topo da pagina. Deus vos abençoe em Cristo Jesus, por intermédio do Espírito Santo.
A paz.

Rev. Elimar Gomes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso FACEBOOK

Seguidores

Páginas