My script

Siga-nos no Facebook

Nosso Instagram

Instagram

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

A SAIDA DO PAPA, A IGREJA EVANGÉLICA E A ESCATOLOGIA

O grande teólogo católico defensor de uma teologia dogmática e euro-conservadora não renunciou, mas foi obrigado a deixar o seu cargo em função da grande pressão mundial advinda dos seus próprios colegas neo-dogmáticos,. Esta rebelião silenciosa dura mais de 25 anos, e agora, desponta como um turbilhão admiradores que demandam:

1. Um grupo que crê no ecletismo com outros credos multi-doutrinários e culturais.
2. Outro grupo (já praticante) apoia-se na doutrina dos defensores católicos ao casamento gay.
3. Outro grupo bem grande busca o estabelecimento de uma posição favorável ao divórcio.
4. Outro grupo entre milhares de freiras clama pelo sacerdócio das mulheres.
5. Há o clã que clama pelo fim do celibato, e esse já é mais visível e palpável.
6. O grupo poderoso que não aceita a proibição do uso de contraceptivos.
7. Uma força da minoria que aceita o aborto.
8. Outro grupo que crê na punição pública de padres pedófilos.
9. A definição milenar da aceitação de avanços da ciência, especialmente naquilo que tange à pró-medicina fetal. 
10. Outro grupo clama por uma posição da igreja em relação os desafios políticos do mundo mais pobre. 

Em função destes e outros motivos que já representados por cúpulas poderosas e bem financiadaS, alicerçadas no relativismo, no ateísmo e no humanismo europeu, o papa Bento se deixou levar a sota-vento. Sinal de que a Igreja Católica ainda é uma barreira para a institucionalização de muitas avalanches de doutrinas, embora enfraquecida por muitas outras. Junto com o enfraquecimento da Igreja Católica, acompanha o enfraquecimento da igreja evangélica que se moldou no insucesso da igreja evangélica americana do norte, crendo que o poder da mídia lhe traria sucesso e foi-he um tiro no pé.

Assim como na igreja católica há forças contrárias para o estabelecimento de muitas doutrinas humanistas e relativista, já é fato estabelecido em muitas igreja evangélicas onde alguns destes pontos já foram liberados, pois entre eles não há um só papa... Vivemos dias em que as igrejas evangélicas têm donos, pois muitos de seus pastores deixam o legado de seus ministérios para os seus filhos (pois o Espírito Santo nem se atreva a escolher a Paulo e a Barnabé). Isso sem falar que uma boa maioria de líderes evangélicos deveria aprender a disfarçar como Bento, e deixar o seu cargo vacante para seus discípulos e não para seus filhos...

Com isso, abre-se o espaço para Islamismo, mesmo dentro dos EUA e em toda a Europa.

Escatologicamente, segundo a profecia da última semana de Daniel, os três anos e meio dos sete últimos anos da septuaginta semana profética, conhecidos como a Grande Tribulação, o Anticristo se apoiará no poder do Vaticano, isto é, na liderança da Igreja Católica ecumênica, mas esta se enfraquecerá diante do poder do Islã, que bramará do Oriente e tomará o poder nos três anos e meio finais. Assim, não pense que o Papa será o Anticristo, mas uma porta para o assalto Islã, que em nome de seu profeta, atuará como a segunda Besta que sobe da terra, pois o Anticristo sobe do mar.

Por isso é que os rumores do Oriente espantarão o Anticristo (Dn 11), e ele virá de suas investidas para a grande batalha do Armagedon.

Mas todas aqueles dez pontos registrados acima não poderão ser freados, e o Papa Bento já percebeu isto. Temo que ele não tenha feito como DAvi, ao ser perseguido por Absalão, e tenha deixado a sua casa com as concubinas, pois Absalão não terá piedade delas.

O catolicismo foi uma bênção para os evangélicos, pois os evangélicos pregam com o campo já desbravado; hoje, no Brasil, por exemplo, é mais fácil pregar o Evangelho do que na Europa, onde poucos ouviram falar de Jesus Cristo como o Salvador (tanto é que os missionários brasileiros, na sua maioria, não têm congregações nativas nos países onde estão trabalhando). Mas fazer um trabalho pós-desbravador, e tirar as espinhas, é mais fácil. Portanto, não se iluda, o Céu terá muitas surpresas... e vamos encontrar muitos católicos por lá e alguns evangélicos serão procurados...

Mas a verdadeira igreja de Cristo não é católica, nem evangélica; ela não tem cor, denominação nem raça; ela e mística, especial, não se curva a Baal, e está ai invisível na fé daqueles que tem a Cristo como o seu único Salvador e, ao Deus de Abraão, Isaque e Jacó, como seu único Deus. Não tem placa, mas está bem viva, e uma boa parte já está com Ele. Mas o poder do Anticristo não se estabelcerá enquanto ela ainda estiver na terra. Pois ela (a verdadeira igreja mística) o detém, para que do meio seja tirada.

Saudações à verdadeira Igreja de Cristo.

                                                                       Dr Aldery Nelson Rocha


Como o amado leitor pode ver, o que temos publicado aqui no nosso blog tem uma comcumitância com todos os demais teologos da atualidade e você pode nos seguir aqui e também nas demais redes sociais como:

Twitter - @PrElimarGomes

FaceBook: http://www.facebook.com/pages/Pr-Elimar-e-Pra-Erica-Gomes/159465057458780?ref=hl

Facebook: http://www.facebook.com/PrElimarGomesAlves


Que o Senhor Jesus nos abençoe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nosso FACEBOOK

Seguidores

Páginas